Sábado, 23 de junho de 2018
(11) 98373-2619
Educação

15/08/2017 ás 10h00 - atualizada em 15/08/2017 ás 15h55

2.835

Cloves Ferreira

Cotia / SP

Professores da rede municipal começam reposição de aulas em Cotia
Durante a reposição das aulas, as unidades escolares contam com o quadro de funcionários necessário ao seu pleno funcionamento
Professores da rede municipal começam reposição de aulas em Cotia

Até o dia 28 de outubro, todos os funcionários da Educação municipal de Cotia que aderiram à greve em março deste ano terão que concluir o cronograma de reposição de aulas. A reposição, conforme previsto na Portaria 1.421/2017, começou no sábado (5/08) e será feita por cada servidor de acordo com o período em que ficou em greve, ou seja, quem paralisou as atividades por dois dias, repõe as aulas em dois sábados.


“O Conselho de Escola aprovou os planos de reposição de cada unidade e os responsáveis pelos alunos recebem informações sobre estes planos por meio de bilhetes, reuniões e cartazes”, explicou o Secretário da Educação, André Vasques. Ele reforçou que é imprescindível a presença dos alunos nas aulas de reposição, pois será aplicado o conteúdo perdido.


Durante a reposição das aulas, as unidades escolares contam com o quadro de funcionários necessário ao seu pleno funcionamento. “Um membro da equipe gestora fica responsável pela organização e acompanhamento da escola neste dia”, salientou o secretário. De acordo com o plano de reposição homologado pela Secretaria Municipal de Educação, as Unidades Escolares desenvolverão atividades regulares de aula ou eventos educacionais com controle de frequência dos alunos. O horário poderá ser alterado conforme o plano de reposição.


Em julho, o prefeito Rogério Franco se reuniu com cerca de 230 profissionais da Educação para falar sobre algumas reivindicações da categoria e da reposição. À época, o prefeito anunciou a liberação do pagamento dos dias paralisados e reforçou a obrigatoriedade da reposição, sob pena de ter o dia descontado novamente na folha de pagamento.


Outro anúncio feito pelo prefeito foi o do pagamento de benefícios atrasados. Em março, no primeiro semestre, a prefeitura liquidou R$ 1,2 milhão em benefícios para a categoria e, até o final do ano, pagará mais R$ 6 milhões.


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Mais lidas
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium