Quinta, 14 de dezembro de 201714/12/2017
(11) 98373-2619
Parcialmente nublado
14º
20º
27º
Cotia - SP
Erro ao processar!
colegio objetivo
MEIO AMBIENTE
Escolas municipais são pontos de coleta de óleo usado
O PEV de Caucaia do Alto e a Coopernova também recebem o óleo que é reciclado e transformados em Biodiesel
Redação São Paulo - SP
Postada em 06/12/2017 ás 11h52
Escolas municipais são pontos de coleta de óleo usado

Fotos: Vagner Santos/PMC/Divulgação

Cada litro de óleo de cozinha descartado de maneira irregular na natureza contamina cerca de 20 mil litros de água e, todos os dias, uma grande quantidade deste produto é descartada de maneira irregular no município. Para evitar o dano ambiental e os males às pessoas, a Secretaria de Meio Ambiente e Agropecuária e a Secretaria de Educação têm uma parceria e todas as escolas da rede municipal funcionam como posto de coleta de óleo de cozinha usado.


A parceria foi feita para criar uma maneira de fácil acesso para que a população descarte o produto de maneira segura. A Prefeitura de Cotia também é parceira, há seis anos, da empresa Preserva – Reciclagem de Óleo Vegetal, que realiza o recolhimento e a reciclagem do óleo na cidade.  


“Além do malefício que o óleo pode causar na saúde das pessoas, seu descarte incorreto causa o desequilíbrio do meio ambiente, podendo contaminar água e solo. A Secretaria de Meio Ambiente e Agropecuária, em parceria com a Secretaria de Educação, vem buscando conscientizar as pessoas para a redução do consumo de óleo e seu descarte correto no PEV, escolas municipais ou na cooperativa”, disse o secretário de Meio Ambiente e Agropecuária, Major Ricardo Secomandi.


Nas escolas municipais, a Preserva desenvolve o Projeto Meio Ambiente na Escola, que visa incentivar a educação ambiental tendo como ferramenta a reciclagem de óleos comestíveis usados, que é matéria-prima na fabricação do Biodiesel.


“A educação ambiental é a ferramenta mais eficiente para que exista a consciência da destinação correta dos resíduos, as escolas são os melhores locais para se implantar um projeto desses”, disse Leonardo Giardini, dono da Preserva.


A Lei Municipal 1.670/2011 regulamenta o descarte de óleo comestível e seus resíduos no meio ambiente. Determina também, que condomínios, os bolsões residenciais, as indústrias, os comércios e outros que façam uso do óleo comestível tenham local apropriado para correto armazenamento e coleta, além de multa para o seu descumprimento. 


Como descartar óleo usado


Após o uso do óleo, espere-o esfriar, não o misture com água e não é necessário coá-lo, coloque em uma garrafa PET. Leve até a escola municipal mais próxima. Lá tem um galão onde o óleo é armazenado e depois é feita a correta destinação.


Outros pontos como o PEV (Ponto de Entrega Voluntária), localizado em Caucaia do Alto e a Cooperativa Coopernova Recicla Cotia (Estrada Manoel Lajes do Chão, 595 – Bairro do Caiapiá), também recebem o óleo que é direcionado para a Preserva.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
8.439
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium