Quarta, 23 de maio de 2018
(11) 98373-2619
Meio Ambiente

08/12/2017 ás 12h00 - atualizada em 08/12/2017 ás 13h35

25.005

Redação

São Paulo / SP

GCM e Polícia Ambiental fazem operação no Morro Grande
Grande operação conjunta fiscalizou a degradação da fauna e flora e procurou primatas (macacos) mortos, a fim de localizar possíveis focos de febre amarela
GCM e Polícia Ambiental fazem operação no Morro Grande
Fotos: Vagner Santos/PMC/Divulgação

Apesar de o município de Cotia não ter a confirmação de nenhum caso de febre amarela, equipes da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Ambiental do Estado e Secretaria de Meio Ambiente e Agropecuária realizaram, nesta quinta-feira (7/12), uma grande operação com cerca de 40 homens, divididos em quatro equipes, a procura de macacos mortos e quaisquer sinais de crime ambiental, como caça e desmatamento, na Reserva Ambiental do Morro Grande.


O secretário de Meio Ambiente de Cotia, Major Ricardo Secomandi, reforçou que o macaco não transmite a doença e ele também é uma vítima. “Não se pode matar o animal, ele não transmite a doença. Ele é um alerta para focos onde a doença pode estar”, explicou. Quem transmite a febre amarela silvestre são os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes, vetores da doença.


Durante a operação, que durou cerca de quatro horas, nenhum macaco morto ou doente foi encontrado, apenas uma armadilha para caça, que foi destruída.



A operação também serviu como um treinamento para os guardas. “Temos um terço do município coberto por área verde, estamos sendo pioneiros em uma ação conjunta com a Policia Militar Ambiental. Daqui para frente, Cotia pode realizar operações como essa, por conta própria, graças a esta parceria”, destacou Secomandi.


“Precisamos de ações assim para saber quais as direções que a doença vem tomando no Estado, a cada local que passamos nós mapeamos. Dessa forma, fazemos um estudo técnico para abranger a maior parte de áreas possíveis”, relatou o porta voz da Policia Militar Ambiental, Capitão Flávio Sukaitis.


Para realizar denúncias ou alertas contra crimes ambientais, sobre macacos encontrados mortos ou, aparentemente doentes, basta entrar em contato com o canal gratuito de atendimento da Secretaria de Meio Ambiente e Agropecuária, pelo telefone 0800-878-1100, Guarda Civil Municipal, pelo número 153, ou pelo 190 da Polícia Militar. 


Campanha de vacinação contra febre amarela em Cotia


Até o dia 29/12, sempre das 9h às 16h, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) estarão vacinando a população contra a febre amarela, pois Cotia participa da ação de bloqueio de intensificação vacinal contra a doença. No dia 9/12 (sábado), das 9h às 15h30, algumas UBS’s abrirão exclusivamente para a campanha. As vacinas servem para uma medida cautelar devido às confirmações da doença em macacos encontrados na Grande São Paulo.


 


O público-alvo são pessoas com idade a partir de nove meses. Para receber a vacinação, é preciso levar o cartão do SUS e, para menores de 15 anos, é obrigatório apresentar a caderneta de vacinação.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Mais lidas
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium