Segunda, 23 de setembro de 2018
(11) 98373-2619
Tecnologia

14/02/2017 ás 07h00 - atualizada em 14/02/2017 ás 09h53

3.823

Redação

São Paulo / SP

'Uber dos advogados' ajuda consumidor a saber e aplicar seus direitos
Startup brasileira JusTap mostra gratuitamente procedimentos jurídicos e permite a contratação de advogados via aplicativo
 'Uber dos advogados' ajuda consumidor a saber e aplicar seus direitos

Há ditado que diz que se você tem um problema, provavelmente já existe um aplicativo que resolve. Se o assunto for assistência jurídica, o app JusTap pretende ser a solução. O programa oferece ajuda gratuita quem quer saber mais sobre seus direitos. Além disso, oferece um serviço de contratação de advogados no estilo Uber, que cobra por serviço.


De origem brasileira, mais especificamente em Brasília, funciona também como um canal de informações sobre trâmites e prazos, entre outros dados sobre a Justiça do país. O app ainda permite armazenar fotos e outros documentos que sirvam como provas em uma eventual ação judicial.


Com teses jurídicas pré-definidas, o aplicativo promete ajudar a quem teve problemas na Black Friday, com produtos comprados pela web, por exemplo. Pode também ser alternativa a quem enfrentou alguma complicação nos aeroportos durante o fim de ano, e precisa tirar dúvidas sobre seus direitos. Outras categorias abrangem planos de saúde, operadoras de telefonia e mais.


Caso seja necessário contratar um advogado, o usuário escolhe pelo app e pede uma proposta. Até o pagamento de honorários pode ser feito pelo app, sem adicional pela intermediação - ao menos não cobrados do usuário.


Como oferecer serviços


O profissional que oferece serviços pelo app paga taxas mensais em três níveis, e cobra uma taxa por cliente. Inicialmente, há isenção por três meses. Após esse período, o valor varia conforme o número de teses contratadas. São três opções de pacote: R$ 59,90, R$ 99,90 ou R$ 159,90, além de taxa de 1% sobre o valor das transações e R$ 150 por cliente obtido na plataforma.


Advogados interessados devem se cadastrar no site oficial (link na fonte) e passar por um processo de conferência do registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entre outros documentos. O aplicativo está disponível por enquanto somente para iOS, mas deverá chegar em breve também no Android.


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Mais lidas
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium