Quarta, 26 de setembro de 2018
(11) 98373-2619
Mundo

21/03/2017 ás 18h00 - atualizada em 22/03/2017 ás 07h26

1.545

Redação

São Paulo / SP

Brasil para de crescer em ranking de países da ONU
Ao todo, 16 países mantiveram o mesmo IDH
Brasil para de crescer em ranking de países da ONU

A Organização das Nações Unidas divulgou ontem o ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 2015. Pela primeira vez, desde 2010, o Brasil não apresentou melhora e ficou estagnado com 0,754 pontos, ocupando a 79ª posição numa relação de 188 países - a mesma de 2014. De acordo com o cálculo, quanto mais próximo a 1, melhor é o índice de desenvolvimento humano e quanto mais próximo a zero, pior. A lista é encabeçada pela Noruega, com 0,949 pontos, e tem a República Centro-Africana na lanterna, com IDH de 0,352.


O cálculo do IDH é baseado no cruzamento de dados nacionais e internacionais sobre aspectos como desigualdade social e de gênero, por exemplo. Apesar da pequena melhora em indicadores como expectativa de vida e escolaridade, a queda no rendimento bruto nacional em 2015 provocou a estagnação do país no ranking. A entrada de 4 milhões de brasileiros na linha de pobreza entre 2014 e 2015 e o aumento da taxa de desemprego no período contribuíram para o resultado do IDH.


O Brasil integra o grupo de 55 países classificados como de alto desenvolvimento, atrás de países como Líbano (76º), México (77º) e Arzebaijão (78º). Ao todo, 16 países mantiveram o mesmo IDH.


Crise


Em nota, o Palácio do Planalto argumenta que os resultados do ranking "ilustram a severidade da crise da qual apenas agora o país vai saindo" e afirma que a adoção de medidas econômicas promovidas pela gestão de Michel Temer vão melhorar o índice do Brasil.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Mais lidas
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium