Anuncie
ECONOMIA
Taboão, Embu e Itapecerica têm retração na geração de empregos
Em junho, Taboão registrou a criação de 1.830 vagas contra 2.134 desligamentos, gerando o déficit de 304 empregos
18/07/2017 20h00Atualizado há 2 anos
Por: Redação
15.491

A cidade de Taboão da Serra perdeu 304 postos de trabalho no mês de junho, segundo dados divulgados nesta segunda-feira, pelo Ministério do Trabalho, através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Esse é o segundo mês consecutivo de retração.

Em junho, o município registrou a criação de 1.830 vagas contra 2.134 desligamentos, gerando o déficit de 304 empregos. Mesmo com o mal resultado nos meses de maio e junho, Taboão da Serra registra ainda um crescimento tímido no acumulado do ano. No primeiro semestre o saldo é de 131 novas vagas criadas na cidade.

Embu das Artes foi outra cidade da região que registrou saldo negativo na criação de empregos. Em junho a cidade registrou 1.226 novas vagas contra 1.468m demissões, representando a diminuição de 242 postos de  trabalho.

A terceira maior cidade da região, Itapecerica da Serra também registrou saldo negativo na criação de empregos no mês de junho. Com 463 vagas criadas e 628 demissões registradas, o município perdeu 165 postos de
trabalho.

Estado

São Paulo fechou o mês de junho com saldo positivo de 983 novos postos de trabalho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta segunda-feira (17) pelo Ministério do Trabalho.

O saldo positivo de São Paulo foi gerado pela diferença entre 363.007 contratações e 362.024 demissões, representando um crescimento de 0,01% em relação ao mês de maio.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários