Terça, 26 de Outubro de 2021
24°

Pancada de chuva

Cotia - SP

Geral São Paulo

Defesa Civil investirá R$ 30 milhões em equipamentos para municípios paulistas

Ação inédita garantirá aquisição de equipamentos da Defesa Civil para a prevenção e enfrentamento a desastres naturais

20/09/2021 às 17h00
Por: SECOM Fonte: Secom Estado de São Paulo
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Estado de São Paulo
Foto: Reprodução/Secom Estado de São Paulo

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil assinou no mês de setembro convênios com mais de 150 municípios paulistas, no valor total de R$ 30 milhões, para investimento no Sistema de Proteção e Defesa Civil. Desse montante, R$ 18,6 milhões são provenientes de verba do tesouro estadual, concedidas por iniciativa do próprio Governador, João Dória, e outros R$10,5 milhões foram arrecadados por meio de indicação de emendas voluntárias.

Esses recursos serão utilizados para compra de viaturas, equipamentos e materiais destinados às Defesas Civis Municipais. Esta é uma ação pioneira no Brasil, que foi iniciada ano passado conforme o Decreto nº 64.849, de 6 de março de 2020, e ficou conhecida como Ação de Aparelhamento Municipal. No primeiro ano do projeto, contou com aporte de aproximadamente R$ 5 milhões e beneficiou 33 municípios.

“O Governo de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil e apoio de parlamentares, equipará as Defesas Civis Municipais e garantirá melhor atendimento à população em todas as fases típicas de Defesa Civil, que são a prevenção, preparação, mitigação, resposta e recuperação”, afirmou o Coronel PM Romanek, Secretário-Chefe da Casa Militar e Coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil.

Os recursos são direcionados à Casa Militar (Defesa Civil), o que garante uniformidade nas compras e economia de escala; e os equipamentos, previamente escolhidos, são entregues aos municípios, mediante formalização de convênio.

Considerando o sucesso da ação, em 2021 houve um aumento exponencial de investimento, de forma que, em dois anos, mais de 200 municípios paulistas terão sido aparelhados e modernizados, incluindo todos aqueles inseridos no Plano Preventivo de Defesa Civil, que são aqueles, historicamente, mais vulneráveis aos desastres naturais.

Serão beneficiados por meio de investimento direto do Governo de São Paulo e emendas voluntárias, os seguintes municípios:

Região de Campinas: Águas de Lindóia, Americana, Amparo, Araras, Artur Nogueira, Bom Jesus Dos Perdões, Bragança Paulista, Capivari, Charqueada, Cordeirópolis, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Hortolândia, Indaiatuba, Ipeúna, Itupeva, Jaguariúna, Joanópolis, Jundiaí, Limeira, Louveira, Mogi Guaçu, Nova Odessa, Pedra Bela, Pedreira, Pinhalzinho, Piracaia, Rio Claro, Santo Antônio De Posse, Serra Negra, Socorro, Valinhos e Vinhedo, Caconde, Campo Limpo Paulista, Elias Fausto, Holambra, Itapira, Jarinu, Lindóia, Morungaba, Nazaré Paulista, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste, Santa Cruz da Conceição, Sumaré e Várzea Paulista;

Região de São José dos Campos: Aparecida, Arapeí, Areias, Bananal, Caçapava, Canas, Caraguatatuba, Cruzeiro, Cunha, Guaratinguetá, Ilhabela, Jambeiro, Monteiro Lobato, Paraibuna, Potim, Redenção da Serra, Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, São José do Barreiro, Silveiras e Taubaté, Igaratá, Jacareí, Lagoinha, Lavrinhas, Natividade da Serra, Pindamonhangaba, Queluz, Roseira, São Sebastião e Ubatuba;

Região de Presidente Prudente: Flora Rica, Irapuru, Lucélia, Paranapanema, Santa Mercedes, Alfredo Marcondes, Álvares Machado, Anhumas, Caiabu, Caiuá, Emilianópolis, Estrela do Norte, Euclides da Cunha Paulista, Iepê, Indiana, Marabá Paulista, Nantes, Narandiba, Piquerobi, Pirapozinho, Presidente Bernardes, Presidente Venceslau, Rancharia, Regente Feijó, Ribeirão dos Índios, Rosana, Sandovalina, Santo Expedito, Taciba e Teodoro Sampaio;

Região de Osasco: Juquitiba, Sarapuí, Taboão da Serra, de Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e São Lourenço da Serra;

Região de Itapeva: Apiaí, Barra do Chapéu, Bom Sucesso do Itararé, Iporanga, Itapirapuã Paulista, Ribeirão Grande, Aguaí, Itaoca, Itaporanga, Ribeira

Região de Sorocaba: Alumínio, Araçariguama, Guareí, Iperó, Itapetininga, Laranjal Paulista, Mairinque, Piedade, Porangaba, Porto Feliz, Salto, Salto do Pirapora, São Roque, Tapiraí, Tarabai, Tatuí, Tietê , Votorantim;

Região de Registro: Barra do Turvo, Cananéia, Iguape, Ilha Comprida e Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Pedro de Toledo;

Região do Alto Tietê: Guararema, Guarulhos, Salesópolis e Santa Branca

Região de Santos: Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, Santos e São Vicente,

Região de Araraquara: Américo Brasiliense

Região de Barretos: Barretos e Colinas

Região de Franca: Franca e Itu;

Região de Marília: João Ramalho;

Região do ABC: Ribeirão Pires, Mauá, Rio Grande da Serra e Santo André

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias