Sexta, 29 de Maio de 2020 07:00
(11) 98373-2619
Saúde SAUDE

Levantamento mostra baixa cobertura vacinal contra HPV em Cotia

Estudo escocês mostrou que a vacina é capaz de reduzir em 89% a incidência de câncer de colo do útero

07/05/2019 06h55
573
Por: Cloves Ferreira
Foto: Vagner Santos/SECOM
Foto: Vagner Santos/SECOM

Um levantamento realizado pela Secretaria de Saúde de Cotia, com base nos dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), mostra que apenas 11% das meninas com idade entre nove e 13 anos tomaram a segunda dose da vacina contra vírus HPV (Human Papiloma Virus), no ano de 2018. Em relação à primeira dose, a cobertura ficou em 12,72%. A baixa procura pela vacina preocupa a vigilância epidemiológica do município, uma vez que o remédio é eficiente na redução da incidência do câncer de colo do útero.

“Os pais e responsáveis devem levar seus filhos para se imunizarem, a vacina é disponibilizada gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde, para meninos e meninas. Importantes estudos atestam a eficácia da vacina, mas infelizmente a população não atende como deveria”, disse Silvana Silva, coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Cotia.

Uma matéria do início deste mês, no portal da Revista Super Interessante, traz uma recente pesquisa feita na Escócia que mostrou que a vacina contra o HPV é capaz de puxar para baixo a incidência de câncer de colo do útero em 89%. “O HPV não causa câncer de colo do útero, mas a infecção causada por este vírus pode trazer como sequela grave esta doença”, alertou o Secretário de Saúde de Cotia e médico, Magno Sauter.

No Brasil, a vacina é ofertada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para meninas com idade entre nove e 13 anos e para meninos, com idade entre 11 e 14 anos.

Além de contribuir para a redução da incidência do câncer de colo do útero, a vacina também ajuda na proteção contra a doença na vulva. No caso dos homens, a vacina protege contra câncer de orofaringe (boca, faringe e amígdalas), ânus e pênis, além de verrugas genitais.    

 

 

Onde encontrar a vacina contra HPV?

Em todas as Unidades Básicas de Saúde.

 

Quem precisa tomar?

Meninas, com idade entre 9 e 13 anos.

Meninos, com idade entre 11 e 14 anos.

 

Por que se vacinar contra o HPV?

A vacina contribui com a redução da incidência do câncer de colo do útero e vulva. No caso dos homens, a vacina ajuda na proteção contra o câncer de orofaringe (boca, faringe e amígdalas), ânus e pênis, além de verrugas genitais.

 

Quantas doses são tomadas?

A vacina contra o HPV é aplicada em duas doses, sendo que a segunda dose deve ser tomada depois de seis meses da aplicação da primeira.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cotia - SP

Cotia - São Paulo

Sobre o município
Cotia era um ponto de passagem, próximo ao aldeamento de Akuti, no Caiapiá, que mais tarde passou a chamar-se Cuty e depois Acutia. A origem do nome advém dos mamíferos roedores (kutis), animais de estimação pelos indígenas. No início do século XVIII, sua localização se consolidou junto à Capela de Nossa Senhora de Monte Serrate. Em 2 de abril de 1856, foi elevada à categoria de Vila. Em 19 de dezembro de 1906, pela lei estadual 1038, foi elevada à condição de cidade, com a denominação Cotia.
Cotia - SP
Atualizado às 06h58 - Fonte: Climatempo
Tempo aberto

Mín. Máx. 23°

° Sensação
10.1 km/h Vento
78.5% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (30/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 10° Máx. 24°

Sol com algumas nuvens
Domingo (31/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 11° Máx. 23°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias