Anuncie
VIAGENS

7 motivos para conhecer o Chile

Vale a pena conhecer o Chile.

16/07/2019 17h11
Por: Abraão Farina
96

Chile é um país fascinante com paisagens de tirarem o fôlego, além da proximidade com o Brasil, o custo de vida no país é mais em conta do que em outros destinos de intercâmbio. Com atrações para os mais diferentes tipos de público, o país também se destaca pela importante produção cultural que possui.

Pensando em como o Chile pode ser o destino que você procura para o seu intercâmbio, nós selecionamos 7 motivos para conhecer o país. Venha conferir com a gente!

1. Explorar o deserto mais seco do mundo

Você já pode ver no nosso post de 10 lugares para se conhecer antes dos 30 anos, que o Deserto do Atacama é uma belíssima sugestão de passeio no Chile. O Atacama é o mais alto e o mais seco deserto do mundo, estando a aproximadamente 2.500 metros acima do mar.

Sua paisagem é simplesmente maravilhosa, com vulcões nevados, lagoas azuladas, dunas imensas, formações rochosas incríveis e gêiseres surpreendentes. Vários passeios podem ser feitos na região, tendo a vila de San Pedro do Atacama como base.

O Valle de La Luna, Valle de Muerte, Salar de Atacama, Gêiseres de El Tatio e Lagunas Miñisques e Miscanti são algum dos pontos que você poderá conhecer por lá.

2. Conhecer uma das grandes atrações da Patagônia

Um dos principais atrativos da Patagônia Chilena (e também do continente sul-americano) é o Parque Nacional Torres del Paine. Seus 242 mil hectares guardam florestas, rios, cachoeiras, desertos, lados e a Cordilheira del Paine, que deixa os visitantes do parque fascinados.

Quem curte a natureza vai adorar se aventurar pelo local, é possível fazer trekkings de 1 a 10 dias (que passam por diferentes ecossistemas do parque), passeios motorizados ou de barco ao redor do Glaciar Grey. A Torres del Paine também pode ser visitada a partir de excursões de dia, saindo de Puerto Natales, cidades a 115 km de distância.

3. Percorrer uma estrada construída num terreno excepcional

A Carretera Austral, estrada de 1200 km que recorta parte da Patagônia e do sul do Chile, te levará para lugares incríveis. Entre esses lugares estão povoados perdidos nos mapas, montanhas de picos nevados, reservas florestais e piscinas naturais de água quente.

O trajeto completo pela estrada pode ser feito em 3 dias, mas, por conta das belas paisagens, você terá vontade de fazê-lo em mais tempo com certeza. Chaitén (maior cidade da região), o Parque Nacional de Queulat, com geleiras e cachoeiras, e o Lago General Carrera (o mais profundo da América do Sul, com 590 metros de profundidade) são alguns dos destaques que você encontrará pelo caminho.

4. Contemplar (e talvez subir) pelo menos dois vulcões

Para quem curte natureza e aventuras, a Região dos Lagos, no centro-sul do Chile, possui duas das atrações mais famosas do país: os vulcões Villarrica (com 2847m de altura e ainda em atividade) e Osorno (2661m, adormecido desde 1835).

Além deles, existem outros vulcões, lagos, rios, corredeiras e montanhas. Tudo isso tendo ao fundo as paisagens nevadas da Cordilheira dos Andes. Os aventureiros de plantão poderão praticar atividades comotrekking, esqui, canoagem, rafting e montanhismo.

5. Passear por uma das capitais mais interessantes da América do Sul

Com 5 milhões de habitantes, e situada na área central do país, Santiago do Chile é uma capital de muitas atrações. Embora não possua um grande monumento, bairro ou edificação que a sintetize, a cidade possui parques agradáveis, museus instigantes, comércio vibrante e vida noturna intensa.

Vale a pena comer frutos do mar no tradicional Mercado Público, depois tomar um sorvete de rosa no parque florestal e de lá conhecer a casa do poeta Pablo Neruda. Além disso, a partir de Santiago é possível conhecer outros locais bacanas, como vinícolas e estações de esqui.

6. Visitar uma região parada no tempo

Você já ouviu falar no arquipélago de Chiloé? Ele é composto por 40 ilhas e está situado no Pacífico Sul.

Diferentemente do restante do país, o relevo do arquipélago é, em geral, plano, sem influências da Cordilheira dos Andes. Isso garante uma atmosfera peculiar e diferenciada. Além disso, é possível ver as casas de palafitas de Castro e Chonci, igrejas e capelas de madeira, o Parque Nacional Chiloé e restaurantes com salmão e frutos do mar.

O mais legal de Chiloé é sensação de que a região parou no tempo, com sua urbanização pouco desenvolvida e a sua rica cultura mitológica.

7. Alcançar a ilha mais remota do mundo

A ilha de Páscoa está localizada no meio do Pacífico Sul, entre o continente americano e a Polinésia, e é uma das ilhas mais isoladas do planeta. A 3700km da costa chilena, a ilha possui origem vulcânica e histórias cheias de lendas e mistérios.

Em 1995, a ilha de Páscoa foi declarada Patrimônio da Humanidade da UNESCO, ela abriga o Parque Nacional Rapa Nui, onde estão os lendários moais (estátuas gigante esculpidas em pedra) e seus altares de veneração, os ahus. A única cidade da ilha, Hanga Roa, possui 6 mil habitantes.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Cotia - SP
Atualizado às 05h25
11°
Pancada de chuva Máxima: 18° - Mínima: 11°
11°

Sensação

11.6 km/h

Vento

93.4%

Umidade

Fonte: Climatempo
GOTOPMODELS
CAMBIOBR
Municípios
Câmara de Osasco
Anuncie JT - GIF 300x250 - Esportes
Últimas notícias
SUCOS PRATS
SUCOS PRATS
Rádio News
Radio News
Mais lidas
ANJ2
Ele1 - Criar site de notícias