PMC - Estrada de Caucaia
PMC - Mãe Cotiana
Carapicuíba

Prefeitura de Carapicuíba lamenta agressão à professora

A nota foi divulgada na manhã desta quinta-feira (3)

03/10/2019 13h00
Por: Marcos Soares
Fonte: Divulgação
463
Visão Oeste - divulgação
Visão Oeste - divulgação

Uma professora foi agredida pela mãe de um aluno em uma escola municipal de Carapicuíba nesta quarta-feira (2).

A professora Vanessa Rosa conta que a mulher havia ido buscar o filho e a agrediu após ela se recusar a liberar uma outra criança na saída da escola sem autorização dos pais, na EMEF “João Hornos Filho”, na Vila Cristina. A agressora partiu para cima dela com tapas e xingamentos.

 

A docente desabafou nas redes sociais: “Você está trabalhando e apanha de uma mãe porque estava protegendo a criança. Os pais olhando, ninguém faz nada. A escola, também não faz nada. Isso é um absurdo, estamos abandonados, ninguém olha por nós”, lamentou.

“O professor está largado. Não somos nada, não valemos nada. Profissão ingrata”, completou ela, que recebeu o apoio e palavras de incentivo de milhares de internautas.

 

Foi feito boletim de ocorrência contra a mãe que a agrediu. A Prefeitura de Carapicuíba diz que ofereceu suporte e atendimento psicológico à docente.

A Prefeitura de Carapicuíba divulgou uma nota sobre o caso: 

A Prefeitura de Carapicuíba lamenta o caso ocorrido na Escola João Hornos. É importante esclarecer que a Secretaria de Educação está prestando todo auxílio à professora, oferecendo inclusive atendimento psicológico.
A Guarda Municipal esteve na escola em poucos minutos do ocorrido. Além disso, a própria secretária de Educação acompanhou a professora na Delegacia. Todos os envolvidos prestaram esclarecimentos à polícia, que está investigando o caso.
A Prefeitura ressalta que a conduta da professora de não liberar o aluno sem autorização prévia foi correta, pois os profissionais da educação prezam a segurança das crianças. Toda escola deve ser comunicada pelos pais, caso outra pessoa esteja autorizada a buscar o aluno. Vale a pena destacar que esse foi um caso isolado, que não reflete a conduta dos pais de alunos da rede pública municipal de Carapicuíba.  

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias