Prefeitura Cotia - Estrada de Caucaia
Radar para o Oscar

Globo de Ouro 2020

Começa a temporada de premiações em Hollywood

05/01/2020 19h39Atualizado há 6 dias
Por: Jacson Andrade

Tive a oportunidade de ver alguns filmes e séries indicados e faço algumas considerações. Sei que é pretensioso mas seguimos com algumas nem tão humildes opiniões:

MELHOR FILME DE DRAMA: O Irlandês – Unanimidade entre os críticos de que se trata de um dos melhores filmes do ano. Para mim não é muito inovador, Scorcese está no seu lugar-comum; talvez o que há de mais inédito seja a duração de 3h30 que não dificulta para quem vê pelo Netflix mas tive a oportunidade de ver no cinema sem pausas ou cortes. Valeu a pena. Achei interessante os efeitos para rejuvenescimento das personagens, no entanto o resultado seria o mesmo com maquiagem tendo em vista o trabalho feito no filme “O curioso caso de Benjamin Button”.  Acredito que seja o grande vencedor, uma espécie de prêmio pelo conjunto da obra para Martin Scorcese.

                                                              

♦História de um Casamento (Marriage Story) – Tentativa frustrada do cinemão fazer um filme de “autor”. Não entendi a fotografia e o filme começa de fato na metade. O que salva são as excelentes atuações que surgem após a primeira hora de monotonia. ♦1917 – Ainda não lançado no Brasil.Coringa - Excelentes atuações, fotografia impecável e trilha sonora como personagem da história. Pode levar se os correspondentes forem ousados. Dois Papas – Roteiro e atuações são carros-chefes numa obra que é um caldeirão de nacionalidades. Duvido que ganhe tendo em vista os pesos-pesados da indústria: “Curinga” e “O irlandês”.

MELHOR FILME DE MUSICAL OU COMÉDIA: Entre Facas e Segredos: Não consegui ver. JoJo Rabbit: Não lançado no Brasil. Meu Nome É Dolemite: Disponível na Netflix, é uma boa biografia com um recorte específico na história Rudy Ray Moore, não é tão travado como a maioria das biografias e traz Eddie Murphy em sua melhor performance dos últimos anos. Eu gostaria que ganhasse.

                                                                

♦Era Uma Vez em... Hollywood: Longo e tem seus momentos de brilho mas senti falta dos longos diálogos que carregam as ironias do Quentin Tarantino. Até a famosa violência explícita que é marca registrada do autor não estava lá e não é exagerado dizer que mudar uma versão dos fatos históricos já não surpreende desde Bastardos Inglórios. Acho que leva porque Tarantino tem fãs. Rocketman: Mais uma biografia feita pelos ingleses, bem feita e é só.

MELHOR ATRIZ EM FILME DE DRAMA: Scarlett Johansson - História de um Casamento (Marriage Story) Scarlett convence ao dar voz a uma atriz sem rumo que fez sucesso em comédias adolescentes mas agora é uma atriz “séria” fazendo teatro em Nova Iorque. Ao tentar retomar a sua vida o divórcio se torna inevitável. A atuação é comedida até chegar numa explosão, achei fascinante mas o filme não ajuda. ♦Cynthia Erivo - Harriet Saoirse Ronan - Adoráveis Mulheres Charlize Theron - O Escândalo Renée Zellweger - Judy

MELHOR ATOR EM FILME DE DRAMA: Adam Driver - História de um Casamento (Marriage Story). O atual queridinho de Hollywood trabalha muito bem mas não consegui gostar desse filme e tem um outro dado, Joaquim Phoenix está impecável no Coringa. Joaquin Phoenix – Coringa – Sem dúvidas o vencedor como melhor ator. Há uma tensão só de olhar para o pobre e deslocado Arthur Fleck em sua queda livre em direção a loucura. Há uma fragilidade na personagem mas ao mesmo tempo uma resiliência que faz com que gostemos dele apesar de tudo. ♦Jonathan Pryce - Dois Papas – Gostaria que ganhasse, alhem da semelhança física com o Papa Francisco o ator foi muito sensível nos gestos que poderiam cair numa caricatura. O mais interessante é que fiquei convencido que estava diante de um argentino. Christian Bale - Ford vs Ferrari Antonio Banderas - Dor e Glória.

MELHOR ATRIZ EM FILME MUSICAL OU COMÉDIA:♦Awkwafina - The Farewell ♦Ana de Armas - Entre Facas e Segredos ♦Cate Blanchett - Cadê Você, Bernadette?♦Beanie Feldstein - Fora de Série ♦Emma Thompson - Late Night

MELHOR ATOR EM FILME MUSICAL OU COMÉDIA: Eddie Murphy - Meu Nome É Dolemite – Gostaria que ganhasse. Eddie Murphy está num papel de um comediante mas me parece muito mais dramático que qualquer outro papel que ele tenha feito com exceção de Dreamgirls. Daniel Craig - Entre Facas e Segredos Roman Griffin Davis - Jojo Rabbit Leonardo DiCaprio - Era Uma Vez em... Hollywood – Queridinho da América, acredito que vai ganhar. Taron Egerton - Rocketman

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Laura Dern - História de um Casamento (Marriage Story). A cínica advogada – pleonasmo – tem as melhores falas do filme e Laura Dern carrega com boa dose de humor e vitalidade essa persona. Talvez a pessoa mais gostável do filme. Jennifer Lopez - As Golpistas – Não entendi o fuzuê em torno de uma dançarina, latina e sexy fazendo o papel de uma dançarina, latina e sexy. ♦Kathy Bates - Richard Jewell ♦Annette Bening - The Report Margot Robbie - O Escândalo

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Anthony Hopkins - Dois Papas  - Outro que deveria ganhar mas a concorrência e forte. Admirável a humanização do Ratzinger, quase senti pena do velhinho que acobertou os escândalos de pedofilia na igreja católica. ♦Al Pacino - O Irlandês – O trabalho é bom como sempre mas é o mesmo tipo de papel que estamos acostumados a ver Al Pacino interpretar.  ♦Joe Pesci - O Irlandês – Joe Pesci mafioso? Nããããooo, nunca vimos isto antes, mas trabalha bem. ♦Brad Pitt - Era Uma Vez em... Hollywood – O único trabalho de Brad Pitt é ser um cowboy bonitão. Só. Tom Hanks - Um Lindo Dia na Vizinhança

MELHOR DIREÇÃO: Bong Joon-ho – Parasita – Se houvesse justiça no mundo sairia vencedor já que dirigiu o melhor filme do ano. Mas temos Scorcese, Tarantino e Todd Phillips no páreo...Sam Mendes - 1917 Todd Phillips - Coringa Martin Scorsese - O Irlandês Quentin Tarantino - Era Uma Vez em... Hollywood

MELHOR ROTEIRO: Bong Joon-ho e Han Jin-won – Parasita – Coisa linda de Deus, deveria ganhar mas estamos em Hollywood e nenhum estrangeiro pode acabar com a festa promovida por estrangeiros. Anthony McCarten - Dois Papas – Amei os diálogos, tem chance. Quentin Tarantino - Era uma Vez em... Hollywood – Nada novo nas colinas de Los Angeles. Steven Zaillian - O Irlandês – Precioso e acredito que leve pelos mesmos motivos do possível prêmio de melhor filme. Noah Baumbach - História de um Casamento (Marriage Story) – Não entendi a indicação.

MELHOR FILME ANIMADO: ♦Toy Story 4 – Sempre vem forte, talvez a única franquia com quatro longas que ainda tem fôlego para continuar – Deve ganhar. ♦Frozen 2 Como Treinar seu Dragão 3 ♦O Rei Leão ♦Link Perdido 

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: Parasita – Sem sombra de dúvidas o melhor filme do ano deve sair vencedor. The Farewell Os Miseráveis Dor e Glória Retrato de Uma Jovem em Chamas

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL: Adoráveis Mulheres Coringa História de um Casamento (Marriage Story) 1917 Brooklyn - Sem Pai Nem Mãe

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL: "Beautiful Ghosts" (Cats) – O filme foi tão massacrado que duvido alguém ousar mencioná-lo. "I'm Gonna Love Me Again" (Rocketman) – Musicão mas não é muito cara de feita para o cinema. "Into the Unknown" (Frozen 2) – Padrão Disney. "Spirit" (O Rei Leão) – Padrão Disney "Stand Up" (Harriet) – A que mais gostei e é interpretada pela protagonista do filme.

                                             

MELHOR SÉRIE DE DRAMA: The Crown - (Netflix) – Ainda tem fôlego para mais três temporadas. Execução perfeita. Succession - (HBO) – Favoritíssima.Big Little Lies - (HBO) – Elenco estrelado mas a história se esgotava na primeira temporada. Killing Eve - (BBC America) The Morning Show - (Apple TV Plus) – Uma surpresa, mas deve ser porque Jennifer Aniston é a queridinha da américa.

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL: Fleabag - (Prime Video) – Ganhou tudo no Emmy – prêmio da televisão, acredito que leva mais este, merecidamente.Barry - (HBO) The Kominsky Method - (Netflix) The Marvelous Mrs. Maisel - (Prime Video) – Minha atual comédia preferida e a prova que o Amazon Prime não está para brincadeiras.  The Politician - (Netflix) – Não gostei e não entendi a indicação.

MELHOR MINISSÉRIE OU FILME PARA TV: Chernobyl – O desastre retratado magistralmente e com grandes atuações. A minissérie emociona sem ser piegas, não se pode deixar de lado que a história foi construída como poucas informações oficiais sobre o maior desastre nuclear da história. Merece muito vencer. Fosse/Verdon: Michele Willians está irretocável no papel de Gwen Verdon nessa história que trata da relação entre a atriz e dançarina com o diretor e coreógrafo Bob Fosse (Cabaret). A obra teria boas chances se não fosse Chernobyl a grande favorita.The Loudest Voice: Impressionante obra sobre a abertura do canal Fox News e seu papel no apoio aos Republicanos nos EUA, principalmente na construção da narrativa para invasão do Iraque. Verdadeiro documento histórico. Inacreditável: Por tudo que representa gostaria que fosse a grande vencedora. Catch 22

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV Michelle Williams - Fosse/Verdon – Ressuscitaram a Gwen Verdon. Impecável! Merritt Wever e Kaitlyn Dever – Inacreditável – Ambas merecem deveria haver um empate. Helen Mirren - Catherine the Great Joey King - The Act

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV: Russell Crowe - The Loudest Voice – A imagem que eu tenho do Russell Crowe é aquela do Gladiador, vê-lo na pele de um assediador que parece um leão marinho deformado é estranho, mas prova que há um grande ator além dos músculos. Jared Harris – Chernobyl – Segundo suicídio do ator que sempre faz coadjuvantes. Outro que merece o prêmio sem sombra de dúvidas. Christopher Abbott - Catch-22 Sacha Baron Cohen - The Spy Sam Rockwell - Fosse/Verdon – Mulherengo, alcóolatra, obcecado e louco , já vimos aos montes.

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE DRAMA: Olivia Colman - The Crown – Sempre genial, será que outra rainha lhe trará o prêmio de melhor atriz? Ganhadora do Oscar por “A favorita” ano passado. Acredito ser a grande favorita da noite. Jennifer Aniston - The Morning Show – Queridinha da américa. Preguiça. Jodie Comer - Killing Eve Nicole Kidman - Big Little Lies Reese Witherspoon - The Morning Show

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE DRAMA: Billy Porter – Pose – Ganhou o Emmy de melhor ator, gostaria que levasse também o Globo de Ouro. Brian Cox - Succession Kit Harington - Game of Thrones Rami Malek - Mr. Robot Tobias Menzies - The Crown

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL: Phoebe Waller-Bridge – Fleabag – Simplesmente a personagem mais sem rumo que eu conheço, dá pra chorar e rir com o cinismo, a irresponsabilidade, a vulnerabilidade e o tesão que essa mulher transmite. Pena que Fleabag termina com essa segunda temporada.Rachel Brosnahan - The Marvelous Mrs. Maisel – Divertidíssima mas temos Phoebe Waller-Bridge que levou tudo no Emmy. Natasha Lyonne - Russian Doll – Atriz que deu vida a uma das personagens mais interessantes de Orange is the New Black, chegou chutando a porta com essa comédia existencial, mas vai ficar para Waller-Bridge. Kirsten Dunst - On Becoming a God in Central Florida – Boa atuação mas a série que começa bem dá uma desandada situação que compromete Kirsten Dunst. Christina Applegate - Dead to Me.

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL: Bill Hader – Barry – A dramédia que conquistou a crítica deve conceder a Bill Hader mais este prêmio. Ben Platt - The Politician – Não entendi a indicação. A série é muito bobinha.Paul Rudd - Living with Yourself – Outra série bobinha que foi lembrada sem motivos. Michael Douglas - The Kominsky Method Ramy Youssef - Ramy

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV: Toni Collette – Inacreditável – Arrebenta numa das minisséries mais bem-feita dos últimos tempos. Helena Bonham Carter - The Crown – Merece ganhar só por existir. Patricia Arquette - The Act Meryl Streep - Big Little Lies Emily Watson - Chernobyl

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV: Stellan Skarsgård – Chernobyl – Belo trabalho e gostaria que ganhasse, mas deve ficar com Andrew Scott. Alan Arkin - O Método Kominsky Kieran Culkin - Succession Andrew Scott - Fleabag Henry Winkler - Barry 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias