Quarta, 25 de Novembro de 2020 09:56
(11) 98373-2619
Dólar comercial R$ 5,37 -0.15%
Euro R$ 6,38 -0.2%
Peso Argentino R$ 0,07 -0.09%
Bitcoin R$ 109.536,73 +1.324%
Bovespa 109.786,3 pontos +2.24%
Economia EMBU DAS ARTES

Artesãos relatam dificuldades e pedem reabertura da feira de artesanato de Embu das Artes

Atividade está suspensa desde março em razão da pandemia do novo coronavírus

29/08/2020 15h21
304
Por: Cloves Ferreira
Artesãos relatam dificuldades e pedem reabertura da feira de artesanato de Embu das Artes

Os artesãos e artistas de Embu das Artes, estão enfrentando dificuldades de vendas e pedem a reabertura da tradicional feira de artesanato, com barracas nas ruas e praças do centro histórico do município. A atividade está suspensa há 5 meses em razão da pandemia do novo coronavírus. Cerca de 500 expositores trabalhavam no local antes da pandemia.

“Outros estabelecimentos da nossa cidade já reabriram e a gente não tem previsão de retorno. Desde o início da quarentena eu tenho trabalhado de casa e vendido os produtos pelas redes sociais. A queda nas vendas foi gigante e tenho contado com a ajuda dos meus filhos para auxiliar nas despesas da casa”, disse a artesã Lindaurea Freitas, de 62 anos e que trabalha na feirinha de Embu há 18 anos vendendo coxas, quadros e bolsas bordadas.

Lindaurea Freitas, de 62 anos, tem trabalhado de casa e vendido os seus produtos pelas redes sociais

De acordo com a prefeitura de Embu das Artes, a retomada da feira de artesanato depende do plano de reabertura proposto pelo governo do Estado.Os bares e restaurantes estão seguindo outro enquadramento e protocolo sanitário.

A prefeitura cadastrou todos os expositores, e entrega a aqueles que solicitaram, cestas básicas mensais adquiridas por meio de doação junto aos empresários da cidade.

A Secretaria de Governo Municipal tem realizado reuniões semanais com os expositores e indicou uma comissão para acompanhar os representantes da municipalidade em uma reunião com o governo estadual com data a ser definida.

Turistas também reclamam e sentem falta da feirinha. “Eu passeava na feirinha pelo menos uma vez por mês. Já está na hora de reabrir. O governo já liberou todos os comércios, não entendo porque não reabrir a feira de artes”, disse a bailarina Maria Fernanda Gomes, 26 anos.

“Passear na feirinha no domingo a tarde era sagrado. Eu entendo que todos devemos ter cuidado, mas o comércio já está aberto, porque não permitir a volta da feirinha? Além de entretenimento pra gente, os expositores precisam trabalhar. Precisam sobreviver. #voltafeiradasartes”, falou o professor Marcos Paulo Figueiredo, 45 anos.

O governo do Estado diz que ainda não tem previsão para a reabertura das feiras de artesanato.

A tradicional feira de artes e artesanato

Criada em 1969, a Feira de Embu das Artes, com 51 anos, é hoje uma das maiores feiras a céu aberto da América Latina. Conta com quase 500 expositores. Chegam anualmente à cidade cerca de 1 milhão de turistas, que visitam a cidade. Na feira, além da compra de arte, artesanato e até plantas, o visitante dispõe de Praça de Alimentação, bons restaurantes, bares, docerias e cafés. Músicos e performistas se apresentam em diversos pontos do Centro Histórico.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias