Segunda, 19 de Abril de 2021 06:56
(11) 98373-2619
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Câmara promove debate sobre homeschooling nesta quinta-feira

Governo defende regulamentação do modelo de ensino domiciliar feito sem tutela da escola; críticos da proposta apontam preocupação com a qualidade ...

07/04/2021 20h01
32
Por: Administrador Fonte: Agência Câmara de Notícias

O Departamento de Comissões (Decom) da Câmara dos Deputados promove audiência pública nesta quinta-feira (8) para a discutir a regulamentação do ensino domiciliar (ou "homeschooling", em inglês).

No Brasil, esse modelo de ensino, ministrado em casa por pais ou professores particulares e sem a tutela da escola, não é permitido. O governo federal, no entanto, anunciou a intenção de legalizar a prática ainda neste ano.

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 3179/12, do deputado Lincoln Portela (PL-MG), que possibilita que a educação básica seja oferecida em casa sob responsabilidade dos pais ou tutores legais. Conforme a proposta, o poder público deverá fazer a supervisão e a avaliação periódica da aprendizagem. Na visão de Portela, é preciso respeitar o direito de famílias que optam por educar os filhos longe da escola.

Críticos do "homescholling", por sua vez, apontam preocupação com a qualidade do aprendizado e a falta de visões de mundo diferentes que convívio escolar pode proporcionar.

Convidados
Foram convidados para a discussão:

  • o coordenador nacional de Retenção e Novas Oportunidades do Ministério da Educação do Chile, Sergio Becerra Ovalle;
  • o diretor de Cooperação Internacional da Associação Norte-Americana de Defesa Legal do Ensino Domiciliar, Michael Donnelly; e
  • a secretária nacional da Família no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Angela Vidal Gandra da Silva Martins.

Hora e local
A reunião será realizada no plenário 2, a partir das 10 horas, e terá transmissão ao vivo no canal da Câmara dos Deputados no YouTube.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias